English

CIn - Centro de Informática UFPE




Eventos Relacionados

Defesa de Dissertação de Mestrado Nº 1.735 "Um Sistema Embarcado para Captura e Análise de Sinais Fotopletismográficos de Duplo Canal Simultâneo para Detecção de CoA"

O aluno João Erik de Andrade Melo irá defender sua pesquisa no dia 11 de setembro, às 14h, no Auditório. Início: 11/09/2017 às 14:00 Término: 11/09/2017 às 00:00 Local: Auditório do CIn

Pós-Graduação em Ciência da Computação – UFPE
Defesa de Dissertação de Mestrado Nº  1.735

Aluno: João Erik de Andrade Melo
Orientador: Prof. Manoel Eusébio de Lima
Co-orientador: Prof.  Abner Correa Barros (DEINFO/UFRPE)
Título: Um Sistema Embarcado para Captura e Análise de Sinais Fotopletismográficos de  Duplo Canal Simultâneo para Detecção de CoA
Data: 11/09/2017
Hora/Local: 14h – Centro de Informática - Auditório
Banca Examinadora:
Prof. Abel Guilhermino da Silva Filho (UFPE / Centro de Informática)
Profa. Sandra da Silva Mattos (Real Hospital Português de Beneficência em Pernambuco / Unidade de Cardiologia Materno-Fetal)
Prof. Manoel Eusebio de Lima (UFPE / Centro de Informática)


RESUMO:

As cardiopatias congênitas (CC) figuram como o grupo de defeitos de nascimento mais comuns no mundo. A incidência de CC é estimada em 90 para cada 10000 nascidos vivos. Uma das mais comuns destas cardiopatias é a Coarctação da Aorta (CoA), com um a incidência de até 4,4 a cada 10000 nascidos vivos. A falta do diagnóstico precoce da coarctação da aorta, leva a um atraso no tratamento do paciente, resultando em complicações como:  hipertensão, doença arterial coronária, falha congestiva do coração, recoarctação, aneurisma da aorta, ruptura da aorta e acidentes cerebrovascular. Entre várias técnicas utilizadas para a  detecção destas cardiopatias,  a saturação sanguínea feita através da oximetria de pulso,  vem sendo estabelecida para triagem de recém nascidos, no intuito de detectar alguns destes defeitos congênitos. No entanto,  estudos têm mostrado que o teste com oximetria de pulso pode ser pouco efetivo na detecção de CoA e outras cardiopatias críticas.
Por outro lado, trabalhos têm demonstrado que a análise do volume sanguíneo periférico tem ajudado na detecção de doenças relacionadas às artérias. A fotopletismograma (PPG), por exemplo,  é um método optoeletrônico utilizado para medir o volume de sangue no leito microvascular do tecido de partes do corpo. Estudos têm analisado diversos índices extraídos  no PPG, tanto relacionados à amplitude do sinal, quanto ao seu comportamento no tempo, os quais têm apresentado relações diretas com a saúde do sistema cardiovascular, tornando-se assim, potenciais indicadores da presença de cardiopatias.
Este trabalho visa o desenvolvimento de um sistema embarcado para captura e análise de sinais fotopletismográficos em dois locais do corpo simultaneamente. O sistema, que recebe os sinais através de sensores comerciais amplamente utilizados pelos profissionais de saúde, os condiciona e extrai características dos pulsos obtidos (picos sistólico e diastólico, início do pulso e dicrotic notch) das duas curvas captadas. A partir dessas características, os sinais são analisados, baseados em um algoritmo,  para a detecção de possíveis anomalias cardiológicas. Neste projeto não foi inserido a detecção de um tipo de anomalia específica, mas sim o estudo do comportamento das características de curvas PPG extraídas de base de dados, visando a definição de parâmetros que possam a ajudar no diagnóstico precoce de anomalias cardíacas em récem-nascidos, entre elas a CoA.


Palavras-chave: Photoplethysmogram, simultaneous plethysmogram, Coarctation of Aorta, cardiact congenital defect, pulse wave analysis

  • © Centro de Informática UFPE - Todos os direitos reservados
    Tel +55 81 2126.8430 - Cidade Universitária - 50740-560 - Recife/PE
Plano4 Consultoria Web