English

CIn - Centro de Informática UFPE




Eventos Relacionados

Defesa de Dissertação de Mestrado Nº 1.784: " SEGURANÇA EM ENTRADA E PARTIDA PASSIVAS DE AUTOMÓVEIS: UMA REVISÃO DA LITERATURA E UM MODELO"

O aluno Fábio Almeida Melo irá defender o seu trabalho no dia 13 de setembro, às 15h, no Auditório Início: 13/09/2018 às 15:00 Término: 13/09/2018 às 17:00 Local: Auditório do CIn

Pós-Graduação em Ciência da Computação – UFPE
Defesa de Dissertação de Mestrado Nº 1.784

Aluno: Fábio Almeida Melo
Orientador: Prof. Carlos André Guimarães Ferraz
Título: SEGURANÇA EM ENTRADA E PARTIDA PASSIVAS DE AUTOMÓVEIS: UMA REVISÃO DA LITERATURA E UM MODELO
Data: 13/09/2018
Hora/Local: 15h – Centro de Informática - Auditório
Banca Examinadora:
Prof. Abel Guilhermino da Silva Filho (UFPE / Centro de Informática)
Prof. Rogério Patrício Chagas do Nascimento (UFS / Departamento de Computação)
Prof. Carlos André Guimarães Ferraz (UFPE / Centro de Informática)


RESUMO:

No começo da indústria automobilística, os veículos eram basicamente constituídos de sistemas mecânicos. Dentre esses sistemas, estavam não só sistemas como o de frenagem e aceleração, como também, o sistema antifurto utilizado nos veículos, que era composto por uma simples chave mecânica. Porém, o uso da chave mecânica tornava os automóveis sujeitos a furtos através da duplicação das chaves ou arrombamento da fechadura. Dado o crescente número de furto de veículos, especialmente nas grandes cidades, e o advento da eletrônica, a indústria automobilística introduziu nos veículos os sistemas de entrada remota sem chaves ou RKE (Remote Keyless Entry) em meados dos anos 80. Porém, os primeiros sistemas de RKE acrescentariam apenas mais comodidade do que segurança propriamente dita, pois eram facilmente clonados e não evitavam técnicas comuns de roubo de carro a partir da “ligação direta” no sistema de ignição. Desta forma, com o objetivo de diminuir o número de roubo de carros, a indústria automobilística passou a adotar sistemas imobilizadores como uma proteção extra ao sistema de ignição. Em 1995, esses sistemas passariam a se tornar obrigatórios em veículos fabricados na União Europeia, medida que foi seguida por países como Austrália, Nova Zelândia e Canadá. Porém, apesar dos esforços da indústria contra os roubos de veículos, os sistemas utilizados ainda apresentaram falhas de segurança. Essa ausência de segurança nos veículos trouxe sérios problemas à indústria automotiva nos últimos anos. Estudos recentes comprovam que veículos modernos ainda podem ser abertos e ligados sem autorização do proprietário. Nesse contexto, esta dissertação propõe uma revisão da literatura que consiste em uma revisão sistemática e uma revisão exploratória sobre controle de acesso e partida sem chaves. A partir disso, propõe-se um modelo de entrada e partida sem chaves (ou PKES - Passive Keyless Entry System) para veículos com foco em segurança e baseados em smartphones.

Palavras-chave: controle de acesso à veículos; entrada e partida sem chaves; Passive Keyless Entry System; Remote Keyless Entry; imobilizadores; 
  • © Centro de Informática UFPE - Todos os direitos reservados
    Tel +55 81 2126.8430 - Cidade Universitária - 50740-560 - Recife/PE
Plano4 Consultoria Web