English

CIn - Centro de Informática UFPE




Eventos Relacionados

Defesa de Dissertação de Mestrado Nº 1.242: Um Esquema de Anonimato e Autenticação Mútua para Sistemas RFID com Protocolos Anticolisão

O aluno Bruno Gentilini D'Ambrosio irá defender seu trabalho nesta quinta (21), às 15h, no Auditório do CIn Início: 21/02/2013 às 15:00 Término: 21/02/2013 às 17:00 Local: Auditório do CIn

Pós-Graduação em Ciência da Computação – UFPE
Defesa de Dissertação de Mestrado  Nº 1.242
 
Aluno: Bruno Gentilini D'Ambrosio
Orientador: Prof.  Paulo André da Silva Gonçalves
Título: Um Esquema de Anonimato e Autenticação Mútua para Sistemas RFID com Protocolos Anticolisão baseados em Árvore
Data: 21/02/2013
Hora/Local: 15:00h - Auditório
Banca Examinadora:
Prof. Jose Augusto Suruagy Monteiro (UFPE / CIn)
Prof. Marcial Porto Fernandez( Depto. de Estatística e Computação/UECE)
Prof. Paulo André da Silva Gonçalves (UFPE / CIn)
 
 
RESUMO:
 
Prover autenticação mútua é um dos maiores desafios de sistemas RFID que utilizam etiquetas passivas. Isso ocorre devido às limitações de recursos computacionais e memória inerentes a esse tipo de etiqueta. Os esquemas mais atuais de autenticação mútua etiqueta-leitor para sistemas RFID baseados em etiquetas passivas, o SEAS e o SAMA, são capazes de manter o anonimato das etiquetas. Mas para isso, um requisito mínimo necessário é nunca transmitir em claro o ID real delas durante qualquer troca de mensagem com o(s) leitor(es). Por outro lado, o ID real é comumente utilizado e transmitido em claro durante a execução de protocolos anticolisão baseados em árvore. Essa execução precede o processo de autenticação, fazendo com que o anonimato das etiquetas não possa ser garantido. Este artigo propõe um esquema para ser utilizado com protocolos anticolisão baseados em árvore que permite a autenticação mútua etiqueta-leitor e preserva o anonimato das etiquetas. O esquema proposto, denominado AMAS (Anonymous Mutual Authentication Scheme), é projetado com foco em sistemas com etiquetas passivas, as quais possuem recursos computacionais limitados. A proposta introduz o uso de IDs aleatórios e temporários desde a execução do protocolo anticolisão baseado em árvore, não permitindo a um atacante correlacionar tais IDs com os IDs reais. Este trabalho também avalia os custos do AMAS, em termos de quantidade de portas lógicas e ciclos de relógio. Os resultados demonstram que o AMAS atende aos requisitos necessários para que ele possa ser utilizado em sistemas RFID baseados em etiquetas passivas.
 
Palavras-chave: Segurança, RFID, Autenticação, Anonimato, Ataques, Vulnerabilidades
 
  • © Centro de Informática UFPE - Todos os direitos reservados
    Tel +55 81 2126.8430 - Cidade Universitária - 50740-560 - Recife/PE
Plano4 Consultoria Web