English

CIn - Centro de Informática UFPE




Eventos Relacionados

Defesa de Dissertação de Mestrado Profissional Nº 134: "Como analistas sem experiência modelam processos de negócio: replicação externa de um estudo empírico"

O aluno Clayton José Araújo de Aguiar irá defender seu trabalho dia 18 de novembro, às 14h, no Auditório Início: 18/11/2013 às 14:00 Término: 18/11/2013 às 16:00 Local: Auditório do CIn

Pós-Graduação em Ciência da Computação    CIn / UFPE
Defesa de Dissertação de Mestrado Profissional Nº 134 
 
 
Aluno: Clayton José Araújo de Aguiar
 
Orientador: Prof. Carina Frota Alves
 
Título: Como analistas sem experiência modelam processos de negócio: replicação externa de um estudo empírico
 
 
Data:  18/11/2013
Hora/Local: 14:00h  /  Auditório do CIn  ( 1º andar)
 
Banca Examinadora:
 
Prof. Carla Taciana Lima Lourenço Silva Schuenemann (CIn / UFPE)
Prof. Denis Silva da Silveira (CCSA/UFPE)
Prof. Carina Frota Alves (CIn / UFPE) 
 
Resumo:
Contexto: Em 2012, um experimento na Universidade de Queensland analisou modelos de processos elaborados por analistas sem experiência, utilizando lápis, papel e pouco ou nenhum conhecimento sobre notações ou métodos de modelagem. Foram analisados os estilos de representação escolhidos, a expressividade dos modelos, a relação entre estilo e expressividade e o desempenho dos indivíduos após capacitá-los em uma notação para modelagem de processos (BPMN). Os resultados obtidos, analisados quantitativamente,  motiva- ram o interesse em replicar o experimento.
 
Objetivo: Replicar o experimento australiano para comparar os resultados obtidos mediante outro método de análise. Para enriquecer a pesquisa, foram executadas três replicações, em grupos com perfis acadêmicos e profissionais diferentes.
 
Resultados: Os resultados, semelhantes à pesquisa original, mostraram a predominância de um estilo de representação,  o fluxograma.  Ao comparar  as notas atribuídas aos modelos com notação livre e BPMN, foi detectada uma correlação positiva – um possível relacionamento – entre elas. A habilidade artística confirmou-se indiferente nas escolhas tomadas. Estendendo a pesquisa original, foi identificado o principal motivo da preferência pelo fluxograma, que é a sua simplicidade. Também foi identificada uma discreta, porém consistente, superioridade dos modelos gerados por grupos formados por acadêmicos em comparação ao formado por profissionais com prática na execução de processo, entre outras inferências.
 
Conclusões:  Modelos desenhados em notação livre podem descrever processos  tão bem quanto diagramas usando os elementos básicos de BPMN, desde que o analista adote critérios de clareza como o detalhamento das atividades e seu sequenciamento, destacando as tomadas de decisão e os indivíduos envolvidos.
 
Palavras-chave: replicação, experimento, modelagem BPMN 
  • © Centro de Informática UFPE - Todos os direitos reservados
    Tel +55 81 2126.8430 - Cidade Universitária - 50740-560 - Recife/PE
Plano4 Consultoria Web